Bolsistas do Programa Geração Olímpica comemoram título estadual e convocação à Seleção Brasileira

Por: Jaqueline Galvão/IPCE
02/12/2019

 O cenário deslumbrante do Balneário da Cachoeira, em Ribeirão Claro, no norte pioneiro, foi no fim de semana palco das provas do Campeonato Paranaense de Canoagem Velocidade, competição que integrou a programação da quinta e última etapa dos Jogos de Aventura e Natureza em 2019. 

...Participantes da canoagem na última etapa dos Jogos de Aventura e Natureza, realizada em Ribeirão Claro (Foto: Jaqueline Galvão/IPCE)

A regata reuniu mais de 120 competidores em 34 provas disputadas em 12 categorias, com distâncias de 200 e 500 metros, envolvendo atletas nos naipes feminino e masculino. Ao subir ao pódio 51 vezes entre os três primeiros colocados, a equipe do Clube de Regatas Curitiba consagrou-se campeã geral, atingindo 891 pontos. 

A capital somou 295 pontos a mais que Clube de Regatas Cascavel e 481 a mais que Ribeirão Claro, clubes que completaram o pódio geral. As seleções de Santa Rita, Iate Clube Londrina e SERER – Entre Rios do Oeste fecharam as seis primeiras posições. “Iniciamos o projeto social em parceria com o Colégio Estadual do Paraná há três anos e meio visando à iniciação para formação da base e do alto rendimento. De lá pra cá conquistamos resultados expressivos e cada vez mais os atletas estão evoluindo no esporte, um exemplo é este vivenciado na 3ª etapa do Paranaense, em que dos 23 competidores apenas um não medalhou”, evidenciou o professor Cleberson Santos, ex-técnico do time olímpico brasileiro. 

....Clube Regatas Curitiba comemora título de campeão geral da última etapa estadual (Foto: Jaqueline Galvão/IPCE)

O troféu geral de Curitiba foi impulsionado pela conquista de 24 medalhas de ouro, 18 de prata, nove de bronze, sete 4º lugares, três 5º lugares, quatro 6º lugares e três 7º lugares.  “Com inúmeras conquistas, o projeto de canoagem em Curitiba tornou-se referência nacional, despontando internacionalmente com atletas como Pedro Costa e Julha Oliveira, que compõem a Seleção Brasileira de Canoagem”, enalteceu Santos, que em 2018 foi vice-campeão brasileiro de canoagem maratona e na equipe técnica conta ainda com os professores Stefan Genthner e Fernando Martins. 

Geração Olímpica no pódio
Dentre os destaques do clube da Capital estão dois atletas bolsistas do Geração Olímpica, maior programa em nível estadual de incentivo ao esporte na modalidade bolsa-atleta, que foram convocados para uma fase de treinamento com a Seleção Brasileira de Canoagem, visando à preparação para o Pan-Americano, Sul-Americano e Mundial em 2020. Campeão da prova K1 sênior, Pedro Henrique Helena da Costa integra a equipe verde e amarela desde 2015, seis anos após ter dado as primeiras remadas no Projeto Remar, em Angra dos Reis (RJ). 

...Pedro Costa é uma das revelações da canoagem brasileira (Foto: Jaqueline Galvão/IPCE)

Há quatro anos atua em solo paranaense, dos quais dois veste a camisa curitibana. “Conquistei meu espaço com muito esforço, determinação e foco. Viemos para prestigiar o evento e fazer um grande espetáculo, a gana de ganhar está sempre com a gente, independente do campeonato” ressaltou Costa, que está listado para buscar uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. 

A fim de assegurar uma vaga para competir pela primeira vez em uma Olimpíada, Costa inicia sua preparação a partir desta semana com a Seleção Brasileira, em Atibaia (SP), onde ficará concentrado até março, com folga apenas entre Natal e Ano Novo.  “Participo em março do qualify para os Jogos Pan-Americanos e para conquistar a vaga às Olimpíadas preciso ser campeão absoluto. Vou treinar muito, sem parar, me alimentar bem e focar no meu objetivo”, declarou Costa. 

...Pedro Costa dividiu o pódio com seus conterrâneos Alysson Silva e William Batista na categoria K1 sênior (Foto: Jaqueline Galvão/IPCE)

Com o apoio incondicional dos pais, o garoto prodígio de 21 anos sempre contou com o suporte da família para persistir em seu sonho, vencendo um obstáculo de cada vez. “Meus pais sempre estiveram comigo, nunca me deixaram desistir. Se tem um sonho lute para alcançá-lo, às vezes a mente abala mais você precisa ser resiliente para seguir em frente. Se eu pudesse me ver quando tinha idade dessas crianças diria pra elas nunca desistirem, porque o esporte muda vidas, abre portas e te dá oportunidades que você não espera”, enfatizou Costa.

Entre suas conquistas estão 12 títulos brasileiros, o bicampeonato sul-americano, bronze pan-americano 2018 e 14º lugar no Mundial em 2015. “A canoagem não tem muitas provas durante o ano, essa iniciativa do Governo do Paraná é uma excelente oportunidade para dar visibilidade à canoagem, uma vez que muitas pessoas ainda não conhecem o esporte, e para as crianças que não competem a nível nacional é uma chance de participarem das provas, de avaliarem sua evolução, porque o que incentiva a continuar no esporte é perceber que está evoluindo”, frisou Costa.

Talento do Paraná
Aos 12 anos, a jovem talentosa Julha Gauze de Oliveira já competia nos Jogos Sul-Americanos com atletas de 16 anos, conquistando seu primeiro pódio em 2017, quando concluiu a competição com três bronzes em sua primeira participação. Um ano depois ficou com duas pratas e dois bronzes, já neste ano levou dois ouros na categoria menor, dois ouros na cadete, um ouro na júnior e 4º lugar na sênior. É tetracampeã brasileira nos 1000, 500 e 200 metros, tricampeã da Copa Brasil e do Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona, e ainda conquistou o título estadual da categoria C1 cadete nas distâncias de 500 e 200 metros, e o vice-campeonato paranaense no K1 cadete nas distâncias de 500 e 200 metros. 

....Julha Oliveira é uma das jovens promessas do Paraná na canoagem (Foto: Jaqueline Galvão/IPCE)

A atleta ficará concentrada durante um ano em Capitólio (MG), uma das bases de treinamento do Brasil. “Essa convocação me deixou animada, estou muito mais feliz e empolgada, além de que estou me dedicando mais aos treinos para poder chegar à seleção e mostrar que eu sou uma atleta de valor. Vou treinar bastante visando os campeonatos internacionais pra tentar me superar nos meus próprios resultados, eu sei que posso ir muito além, melhorar meus tempos e mostrar que sou uma atleta de verdade, que tenho objetivos e quero cumpri-los para seguir carreira profissional. Sempre me imaginei no topo, sendo uma atleta de seleção, treinando forte, agora é o momento para realizar o que sempre sonhei”, elencou Julha, que sonha em representar o Brasil em uma Olimpíada.

..Luma Brito integra a Seleção Brasileira junto com a curitibana Julha Oliveira (Foto: Jaqueline Galvão/IPCE)

Bolsista do Geração Olímpica há dois anos, Julha diz que o programa é fundamental para conseguir se dedicar integralmente aos treinos. “Me ajuda muito, além de conseguir comprar meus equipamentos para ter um treinamento de qualidade é um incentivo a mais para participar de competições e para fazer meus estágios, visando melhorar meu currículo”, pontuou.

Retorno à Seleção
Após alguns anos sem ter uma representante na Seleção Brasileira, Ribeirão Claro, que já foi base de treinamento da seleção principal e atualmente a Seleção Tcheca treina na cidade, terá uma atleta da casa vestindo a camisa verde e amarela. A canoísta Luma Rovina Brito se junta a Julha e outras atletas a partir de janeiro para um ano de treinamento visando as principais competições internacionais. “Estou muito feliz, treino há sete anos buscando um espaço na seleção, me dediquei bastante pra chegar a primeira convocação, agora vou me esforçar ainda mais para conseguir representar bem o Brasil”, expôs Luma.

...Luma Brito conquistou o título estadual nos 200 e 500 metros da categoria C1 júnior (Foto: Jaqueline Galvão/IPCE)

Campeã paranaense na C1 júnior nas distâncias de 500 e 200 metros, a ribeirão-clarense também ostenta o título brasileiro nos 200, 500 e 1000 metros em 2019 e a prata do Sul-Americano em 2017. “Estou muito feliz, encerro a temporada com conquistas importantes”, frisou Luma, destacando a importância do Programa Geração Olímpica: “Essa bolsa ajuda a me manter no esporte, sem esse incentivo seria difícil continuar, sou muito grata ao Governo do Paraná por olhar para nós atletas, por nos impulsionar a seguir no esporte fazendo o que amamos. 

Para conferir a classificação completa em cada prova clique no link br4.in/canoagem. Fotos da competição você confere no facebook da Esporte Paraná

Os Jogos de Aventura e Natureza são uma realização do Governo do Estado do Paraná, por meio da Superintendência do Esporte, e contam com o apoio das cidades-sedes. 


COM/IPCE
Jaqueline Galvão
(45) 9.9139-1005
jaquelinefsgalvao@gmail.com